Entrar    
S'enregistrer
 


Entrar
Usuários online
28 visitantes online (3 na seção: Partidas comentadas)

Usuários: 0
Visitantes: 28

mais...
ID da Partida : 40
Audiência : Default
Versão 1.00.01
Data da publicação: 22/01/2009 22:10:00
Leituras : 2058

Em algumas ocasiões, são produzidas, no xadrez, jogadas tão inverossímeis e incríveis que parecem de outra galáxia. É o caso desta partida, em que se enfrentaram o forte jogador russo Stepan Mikhailovich Levitzky contra o genial norte-americano Frank James Marshalh, no torneio internacional de Breslau de 1912.

Neste torneio, o grande mestre russo jogou em um nível excelente e acabou coroando-se merecidamente campeão do mesmo. Entretanto, teve a desgraça de ser imortalizado por Marshalh em uma inesquecível jogada, número 23. Uma jogada extraordinária, que não só deixou Levitzky estupefato, senão que deixou os juizes do torneio maravilhados (os quais não hesitaram em conceder a Marshalh o prêmio de beleza), e o aristocrático público assistente que, segundo dizem, fez cair sobre seu tabuleiro uma impressionante chuva de moedas de ouro. Vejamos a jogada que fez Leviztky naufragar, nos mesmos dias em que, do outro lado do Oceano, acontecia um naufrágio muito mais sério e trágico. Era o transatlântico de luxo "Titanic", que após chocar-se com um iceberg, afundava perto da costa da Terra nova (Canadá) com centenas de passageiros a bordo.



Levitzky, Stepan Mikhailovich - Marshall, Frank James
1912
[Richard Guerrero]


Partida no visor

1.d4 e6 2.e4 d5

Chegando-se, com uma simples transposição de jogadas, à conhecida Defesa Francesa.

3.Cc3 c5?!

Uma jogada típica do estilo impulsivo e arriscado de Marshalh. A partida nem bem começou e Marshalh já dá rédea solta a sua agressividade. Entretanto, neste momento, este lance é muito precipitado. Muito melhores são aqui 3...Bb4! ou 3...Cf6! combinando as jogadas de desenvolvimento com o ataque ao centro branco. Enquanto que resultam interessantes as linhas que surgem após 3...dxe4!?

4.Cf3?!

O preciso era 4.exd5! exd5

(se 4...cxd4 5.Bb5+!

(mais forte ainda que 5.Dxd4) 5...Bd7 6.Dxd4! com clara vantagem branca, pois a 6...Bxb5

(6...exd5 7.Dxd5) 7.Cxb5 exd5

(7...Dxd5?? 8.Cc7+) (7...a6 8.dxe6! axb5?? 9.exf7+ Re7

(9...Rxf7 10.Dxd8) 10.fxg8C+! Re8

(10...Txg8 11.Bg5+!) 11.De5+! Rf7

(11...Rd7 12.Bg5!) 12.Df5+! Re8

(12...Rxg8 13.De6#) 13.De6+! ganhando) (7...Da5+ 8.Cc3) (7...Cf6 8.dxe6!) 8.De5+!

(Menos contundente é 8.Dxd5 Cc6!

(8...Dxd5 9.Cc7+)) 8...Rd7

(8...Be7 9.Cc7+!

(9.Dxg7?? Bf6! 10.Dg3 Da5+! 11.Cc3 d4)) 9.Dxd5+ ganhando) 5.dxc5 d4

(5...Bxc5 6.Bb5+! Bd7 7.Dxd5!) 6.Bb5+! Cc6

(6...Bd7 7.Dxd4) 7.De2+! Be6 8.Ce4! com vantagem.

4...Cc6

Também era possível 4...cxd4 5.Dxd4

(5.Cxd4!?) 5...Cc6 6.Bb5 Bd7! com igualdade.

5.exd5 exd5

Se 5...cxd4 6.dxc6!

(6.Cxd4!? exd5 7.Bb5!) 6...dxc3 7.Dxd8+ Rxd8 8.Ce5! Bb4 9.Bg5+!

(9.Cxf7+?? Re7 10.Cxh8 cxb2+ ganhando) 9...f6

(9...Re8 10.Bb5!! cxb2+ 11.Re2 bxa1D

(11...bxc6 12.Bxc6+ Rf8 13.Tad1 ganhando) 12.cxb7+ Rf8 13.Cd7+! Re8

(13...Bxd7 14.bxa8T+ seguido de mate) 14.bxa8D Dc3

(14...Dxh1 15.Dxc8#) 15.Cc5+! Rf8 16.Dxc8#) 10.O-O-O+! Rc7

(10...Re8 11.Bb5!) (10...Re7 11.cxb7! Bxb7 12.Td7+ Re8 13.Txb7) 11.cxb7

(11.Bf4!?) 11...Bxb7 12.Td7+! Rc8

(12...Rb8 13.Cf7!) 13.Td4! com clara vantagem.

6.Be2

Se 6.dxc5 Bxc5!

(6...d4 7.Ce4! f5

(7...Bxc5? 8.Cxc5 Da5+ 9.c3! Dxc5

(9...dxc3 10.b4! Dxb4 11.Cd3) 10.Cxd4!) 8.Bg5! seguido de 9. Cd6+! e as negras ficam em uma situação muito comprometida.) 7.Dxd5

(7.Cxd5 Cge7! 8.Ce3

(8.Cxe7 Bxf2+! 9.Re2 Dxd1+ 10.Rxd1 Rxe7 =) (8.Bc4 Be6!) 8...Dxd1+! 9.Cxd1 Cb4! 10.Bd3 Bf5! com forte pressão.) 7...De7+!

(7...Db6? 8.Ce4!) 8.Be2

(8.De4 Bf5!) 8...Cb4! 9.Dd1

(9.Db3 Be6!) 9...Bf5 e as negras capturam o peão de "c2" .

6...Cf6 7.O-O

Uma boa alternativa seria 7.Bg5!?

7...Be7 8.Bg5

Também é de considerar 8.dxc5!? Bxc5 9.Bg5.

8...O-O 9.dxc5

Não era muito recomendável 9.Bxf6?! Bxf6! 10.dxc5 por 10...Bxc3! 11.bxc3 De7! seguido de 12...Dxc5, pois é impossível 12.Dxd5?? Dxe2.

9...Be6!

Marshalh, com grande critério, não se apressa em capturar o peão branco de "c5". Antes prefere terminar o desenvolvimento e consolidar seu centro.

10.Cd4?!

Iniciando um plano claramente errôneo. Muito melhor era 10.Dd3! com idéia de seguir com Td1! e pressionar com força sobre o peão de "d5", já que se 10...Cb4?! 11.Db5! Cxc2? 12.Tac1! e o cavalo de "c2" fica encerrado.

10...Bxc5! 11.Cxe6?

A jogada ideal, porém... para as negras! Era necessário escolher aqui entre jogadas do tipo 11.Cb3 ou 11.Be3.

11...fxe6

As brancas não fizeram outra coisa senão reforçar o centro das negras (que antes tinha um peão isolado em "d5") e abrir ao segundo jogador a coluna "f" para sua torre, liberando a dama adversária da defesa do cavalo de "f6". Um plano verdadeiramente lamentável! Como único aspecto positivo de tão nefasta estratégia, as brancas ficaram com a vantagem do par de bispos, com o que ao menos se poderá lutar para manter o equilíbrio.

12.Bg4 Dd6! 13.Bh3

Se 13.Cb5 De5! com forte iniciativa.

13...Tae8 14.Dd2?

Levitzky se equivoca novamente e já começam a ser muitos os erros cometidos, sobretudo tendo em conta a força de seu rival. Para poder fazer este movimento, era necessário jogar antes 14.a3!

14...Bb4!

Obrigando o branco a desprender-se de sua única compensação: o par de bispos.

15.Bxf6

Se 15.f3 , tentando impedir um futuro salto do cavalo negro de "f6" a "e4", 15...Dc5+!

(muito melhor que 15...d4 16.Bxf6! gxf6 17.Ce4!) 16.Rh1

(16.Be3?? d4!) (16.Df2?? Dxf2+! 17.Rxf2

(17.Txf2 Bc5) 17...Bxc3! 18.bxc3 Ce4+! 19.Rg1 Cxg5 ganhando) 16...h6! com vantagem. E se 15.a3 Bxc3! 16.Dxc3 Ce4 17.De3 De5!

15...Txf6 16.Tad1

(16.a3!?)

16...Dc5! 17.De2 Bxc3! 18.bxc3 Dxc3?!

Marshalh omite agora a continuação mais precisa. Após 18...Ca5! seguido de 19...Cc4!, a vantagem posicional negra é indiscutível.

19.Txd5!

Recuperando o peão, graças à falta de defesa da torre negra de "e8".

19...Cd4!

Lutando para manter a iniciativa! Para tirar o trem do trilho, poderia ter sido jogado 19...exd5?? 20.Dxe8+ Tf8 21.Be6+ seguido de mate.

20.Dh5??

E, de novo, a jogada ideal para Marshalh! Que diabos se passa com Levitzky nesta partida? Uma e outra vez está fazendo favores a seu muito complacente rival! Um pouco mais serviçal e Levitzky poderia competir com sua prima Mônica; esta que foi muito conhecida por seus destacados serviços no salão oval (veja-se biografia de Bilh Clinton). Absolutamente imprescindível era 20.De4! ainda que após 20...Tf4!

(20...Cxc2 21.Td7!) 21.De5

(21.Dxf4?? Ce2+) 21...h6! as negras continuariam ditando o ritmo do jogo. (21...Dxh3 22.Txd4!

(22.gxh3 Cf3+!)

20...Tef8!

Agora, todas as peças negras estão prontas para o ataque final!

21.Te5

Não há tempo para buscar jogadas de contra-ataque ao estilo de 21.Tc5 pela explosão tática 21...Txf2!! e as brancas estão fritas. Claro está que se agora 22.Txf2

(22.Txc3 Txf1#) 22...De1+! seguido de mate.

21...Th6!

Também decide 21...Txf2! 22.Tfe1

(22.Txf2 Da1+!) 22...Cxc2!

22.Dg5

Se 22.Dg4 ganha-se facilmente com a simples 22...Cf3+! 23.gxf3 Dxe5.

22...Txh3!

A sentença! Que bonita "carambola" aos três lados faria agora o cavalo negro em "f3"!

23.Tc5



Levitzky sempre se arrependeu de não ter abandonado na jogada anterior. É que agora Marshalh vai imortalizá-lo com uma das jogadas mais incríveis e maravilhosas de que se tem conhecimento.

23...Dg3!!

Uma jogada que parece de outra galáxia! Levitzky não podia acreditar no que viam seus olhos! Era possível semelhante movimento? Pois bem, depois de analisa-lo meticulosamente, comprovou que sim e, desconcertado e humilhado, não teve outro remédio que abandonar, diante da força da seqüência.

24.Dxg3

(24.hxg3 Ce2#) (24.fxg3 Ce2+ 25.Rh1 Txf1#) (24.Td1 Dxh2+ 25.Rf1 Dh1#) (24.De5 Cf3+ 25.Rh1 Txh2#)

24...Ce2+ 25.Rh1 Cxg3+ 26.Rg1

(26.fxg3 Txf1#)

26...Cxf1 27.gxh3 Cd2

0-1

Partida no visor

(Tradução: Anderson de Jesus)


0 | Avaliar 
|  Links 
Printer Friendly Page Send this Article to a Friend